sábado, 17 de abril de 2010

O Futuro



Desta vez não vou escrever sobre triathlon, ironman, maratonas, treinos etc, etc, etc.....

Hoje vou falar o quanto me senti orgulhoso por ter escolhido a profissão que escolhi, mas com uma pontinha de (boa) inveja, por não ter seguido meu coração, quando escolhi minha especialidade.

Não costumo assistir muita TV, muito menos me empolgar com matérias relacionadas à medicina nos Fantásticos ou outros programas do gênero.

PORÉM.....o que eu vi ontem no Globo Repórter, com gente de peso e respeitável, como a Mayana Zatz (sou fã do trabalho dessa mulher) me chamou a atenção e mais, me fez vislumbrar um futuro brilhante. Melhor... me fez ver ver que estamos vivendo esta mudança

HOJE...estamos VENDO a história ser escrita!

Células tronco e sua INFINIDADE de possibilidades.

No longínquo ano de 1990, época do início do Projeto Genoma, falava-se muito em engenharia genética...era isso o que eu queria pra minha vida. Cheguei a por em dúvida minha escolha pro vestibular de medicina e pensar em fazer biologia, pra estar mais perto desse "futuro".

Fiz medicina. Sou muito feliz com a minha escolha, que me abriu portas, me deu condições pra muitas coisas que como biólogo ou pesquisador, talvez não tivesse (minha mulher é pesquisadora e sei o quanto é difícil a vida de cientistas no Brasil: falta de trabalho, baixa remuneração, etc...)

Mas ontem, meu olho brilhou, meu coração acelerou!

Possibilidade de cura de leucemia (só quem já viu ou já conviveu com crianças carequinhas e pálidas em enfermarias de hospitais sabe o quanto é triste isso), diabetes, melhoria de qualidade de vida de pessoas com sequelas diversas como AVC, tetraplegias, doenças congênitas, como distrofias musculares e muitas outras coisas....

Tá tudo aí...por ser descoberto...E vai ser.

Já imaginou, um futuro sem sofrimentos evitáveis, pessoas que gostamos vivendo felizes e lúcidas até o limite de nossas células, de nossas possibilidades.

Pena que isso esbarre em legislações ultrapassadas, avaliações de pessoas não capacitadas tecnicamente, crenças, entre outras coisas.

O melhor de tudo é que vamos ver isso tudo começar a acontecer: 10, 20 anos...quem sabe? Tudo anda MUITO depressa. Pessoas incansáveis, que doam a vida e todo seu potencial de trabalho com um único objetivo...vivermos melhor.

Isso é sensacional, maravilhoso!

E no futuro, todos nós, direta ou indiretamente, seremos beneficiados, até os que em nome de (de novo) leis ultrapassadas e religiões estapafúrdias, negam esse avanço que, queiram ou não, é INEVITÁVEL...FELIZMENTE.

Viva a ciencia!

Um comentário:

  1. Claudia (clauarat@gmail.com)8 de junho de 2010 22:08

    Puxa vida... Será que nossos filhos vão poder desfrutar desse conhecimento? Tomara que sim. Mas, por outro lado, será que vai ter sobrado um ambiente habitável neste nosso pobre planeta?
    (18/4/2010 12:40:19) - (IP: 201.1.63.197)

    ResponderExcluir